DIA DOS NAMORADOS 50+ COM AÇÚCAR E COM AFETO

DIA DOS NAMORADOS 50+ COM AÇÚCAR E COM AFETO

Quer viver mais e muito feliz? Apaixone-se!!!

 

Tradução, Redação e edição
Analu Oliveira – 78+
www.longevidade.com.br

 

Acho que o nosso querido Chico Buarque de Holanda não se importará com a apropriação dessas doces palavras de sua canção.!

Com açúcar e com afeto… é a descrição mais exata de uma relação de amor, concordam? Pois então. O Dia dos Namorados vem aí em 12 de junho, mesmo em meio a uma pandemia que tanto estreitou quanto afastou casais. Mas vale celebrar os encontros e mesmo que haja distância – que parece intransponível – sempre é possível comemorar.

Namorar depois dos 50?

 

Quatro ou cinco décadas atrás, essa era uma opção praticamente impossível. Nessa idade, a mensagem era que cuidar dos netos seria a opção mais importante e valiosa. Jamais pensar em namorados ou em começar uma nova relação!

Graças a Deus a fila andou e as coisas mudaram muito embora ainda haja preconceito e patrulhamento que os longevos têm superado com muita garra. Afinal, se tem gente que enfrenta uma faculdade aos 80 anos, ou se dedica à carreira artística depois dos 60 (lembrem-se do sucesso do The Voice +) tudo é possível, basta querer.

Alguns dos 60+ que brilharam no THE VOICE +

 

Então, apaixonar-se depois dos 50+ é uma grande e maravilhosa possibilidade já que existem dentro de nós vários “eus” com idades diferentes.

Em nosso coração ainda está a criança que se deslumbra com uma borboleta e que convive também com a pessoa madura e experiente que já passou dos 50 anos.

Aliás, caso não saibam, existem estudos que garantem longevidade a quem vive amor verdadeiro. Os relatórios da Sociedade Japonesa de Geriatria, mostraram que os jovens acima de 50 anos que tem relacionamentos sólidos, têm mais energia, alimentam-se melhor e tem mais anos de vida.

Tudo melhora quando o coração está cheio de amor. As emoções fluem, a solidão desaparece e a alegria de viver é um fato real.

Sempre é tempo de encontrar uma parceria. A Japan Geriatrics Society, uma das sociedades de maior prestígio dos estudos sobre a longevidade, garante que o amor faz bem à  saúde!

O estudo

No Japão e em vários outros países, as pessoas com mais de 50 anos já cuidam mais do corpo, praticam esportes e seguem uma dieta melhor do que no passado. Tudo não só porque “gostam” mais de si mesmas, mas também para “agradar” os outros. É essa a chave para que surjam novos sentimentos amorosos na longevidade. É um desejo renovado de viver que reaviva e estimula as funções cerebrais.

Projetos de vida, esporte, comida e amor

É fundamental para todo ser humano, em qualquer idade, ter um projeto de vida. Para os longevos mais ainda. Por isso tem sido cada vez maior a busca por cursos de todos os tipos: informática, culinária, um novo  idioma,   dança, teatro e cinema. E também praticar atividade física moderada, ou seja, tudo que tudo que possa garantir o prazer de pular da cama a cada novo dia.

Na Itália, o observatório da terceira idade da Universidade Católica de Roma, reforça a tese do amor e confirma que os apaixonados 50+ vivem mais e melhor do que seus colegas solteiros, divorciados ou viúvos. 

 

Portanto, vá à luta! Reserve já um generoso espaço de sua vida para mais afetividade. 

 

Sempre, sempre………..COM AÇÚCAR E COM AFETO !!!!

Fontes:

La Republica
https://www.repubblica.it/salute/medicina-e-ricerca/2020/01/01/news/_la_chiave_per_la_longevita_innamorarsi_anche_dopo_i_60_anni_-244769535/

Japan Geriatrics Society
https://www.jpn-geriat-soc.or.jp/en/

A Mente Maravilhosa
https://amenteemaravilhosa.com.br/se-apaixonar-depois-dos-50/