Olá, você pode me escutar?

Redação e edição

Analu Oliveira – 79+

www.longevidade.com.br

 

Saber “ouvir” é mais do que uma arte, é questão de “ respeito”

 

E então? Você se acha um bom ouvinte?

Além da música e das notícias, além do papo com os amigos quando todo mundo fala ao mesmo tempo em meio a risadas e comentários genéricos sobre tudo que acontece, o que mais você ouve?

Vamos falar de “escuta ativa”, aquela em que a gente oferece o ombro amigo, o coração e os ouvidos. Aquela da compreensão, aquela que não precisa dizer nada, basta ouvir. A audição é uma capacidade física, mas escutar é uma habilidade social.

 

 

A escuta sincera e carinhosa faz bem para ambos os envolvidos mas é essencial que o outro perceba que você o compreende e assim ele “se abra” mais e possa se sentir confortado e mais leve. Tudo conta, inclusive  gestos e expressão corporal.

Pode parecer bobagem, mas ser um bom ouvinte é o que as pessoas precisam. Muitas vezes, quando alguém busca apoio e atenção de um amigo ou de alguém da família, ele não quer escutar conselhos, mas apenas ser ouvido.

Você acredita que as estatísticas provam que a gente escuta apenas a metade do que o outro nos conta e na sequência nem lembramos a outra metade? É sério mesmo. Falta concentração nas conversas tanto em casa, na rua e até em reuniões importantes de trabalho. Difícil, né?

Em geral a gente ouve o que quer ouvir, da mesma forma que os olhos veem o que querem ver. É automático mesmo ! Mas é também perigoso porque os equívocos e mal-entendidos começam exatamente ai !

Cuidado com equívocos!!!

“Pode repetir? Não ouvi bem o que você disse”

 

Ao escutar ativamente é possível:

  • Entender melhor o que se espera de nós.
  • Desenvolver uma relação mais harmoniosa com nossos companheiros de trabalho, familiares, amigos e parceiros amorosos
  • Resolver mais facilmente os problemas.
  • Captar significados que pareciam escondidos.

 


Que tal melhorar nossa capacidade de escutar? Veja algumas ideias:

  1. Tenha paciência e calma. Deixe a pessoa à vontade, tranquila. Lembre-se que nem todo mundo é um comunicador nato.
  2. Concentre-se no que fazNão pense nos fatos de ontem e nos que virão amanhã.
  3. Concentre-se na pessoa que você vai escutarIsso é fundamental: não pense no que você vai dizer a ela depois de ouvi-la. Muitas vezes, em vez de escutarmos o outro, escutamos apenas nossos próprios pensamentos.
  4. Não deixe que a sua mente viaje.Faça esforço para não se distrair. 5. Faça perguntas com gentileza. Às vezes a pessoa quer falar mas não sabe como começar.
  5. Resuma o que ouve. Nem sempre as pessoas dizem o que realmente querem dizer. Resumir as ajuda a verbalizar mais claramente seus sentimentos e ideias.
  6. Observe a linguagem corporal. Escute os sentimentos e as ideias além das palavras.
  7. Não interrompa. É horrível interromper quando a pessoa tenta falar, mesmo que se note sua dificuldade de se expressar. Ela precisa sentir que não há pressa e que você está realmente na escuta.

 

Enfim, caros amigos, é muito importante aprender a escutar os outros. Pode parecer simples, mas na real….são muito poucas as pessoas que sabem escutar de verdade, com um interesse sincero no que o outro tem a dizer.

 

Vamos tentar? Só temos a ganhar com isso e mudar nossa vida e nossas relações pessoais. Afinal de contas, quem não quer ser ouvido?

 

Fontes:

Virus da arte

https://virusdaarte.net/a-arte-de-saber-ouvir/

A Mente É maravilhosa

https://amenteemaravilhosa.com.br/voce-e-um-bom-ouvinte/

Portalpos

https://blog.portalpos.com.br/como-ser-um-bom-ouvinte/

Na Prática

https://www.napratica.org.br/o-que-e-ser-um-bom-ouvinte/

(Imagem: divulgação)