Os milagres do cérebro após os 60+: Criatividade aumenta 

Tradução, redação e edição

Analu Oliveira – 79+

www.longevidade.com.br

 

Após os 60 anos o cérebro ganha flexibilidade

Anime-se !!!! É fato!!!

 

 

Resultados de estudos seríssimos da George Washington School of Medicine and Health Sciences (Faculdade de Medicina e Ciências da Saúde da Universidade de Washington) concluíram que o cérebro de uma pessoa longeva é muito mais prático do que se acreditava até agora. E saibam que essa universidade está situada entre as líderes mundiais em educação e pesquisa !!!

Vamos detalhar a boa nova: por volta dos 60 anos de idade, a interação dos hemisférios direito e esquerdo do cérebro torna-se harmoniosa, o que expande nossas possibilidades criativas. Assim podemos entender por que encontramos muitas personalidades que começam a exercer atividades criativas por volta desta idade. Além disso, ao atingir esta faixa etária, as pessoas conseguem usar os dois hemisférios ao mesmo tempo, o que permite a resolução de problemas muito mais complexos.

 

Após os 60+ conseguimos usar os 2 hemisférios ao mesmo tempo

Sabemos que, com a idade, nosso cérebro perde a rapidez que tinha na juventude, porém há uma vantagem enorme: ele ganha em flexibilidade e  oferece maior probabilidade para a tomada de decisões certas e fuga das emoções negativas.

Aos 60 anos o nosso cérebro começa a funcionar com força total. A explicação científica vem de uma substância chamada mielina, cuja quantidade aumenta com o tempo, facilita a passagem rápida de sinais entre os neurônios e aumenta em 300% as habilidades intelectuais.

 

O cérebro precisa de exercícios. Jogos de tabuleiro são ótimos para isso

 

A Universidade de Montreal (Canadá) possui um Instituto de Geriatria, que também tem desenvolvido pesquisas sobre o assunto. Um dos principais pesquisadores, o professor Monchi Oury, acredita que o cérebro das pessoas idosas é bem inteligente: “escolhe” o caminho que consome menos energia, elimina o que considera desnecessário e somente mantém as opções corretas para solucionar problemas que se apresentem.

Isso foi provado por um estudo do qual participaram pessoas de diferentes faixas etárias e cujo resultado mostrou que os jovens ficavam confusos ao serem confrontados pelos testes, enquanto os maiores de 60 anos apresentavam as soluções corretas.

Vamos observar que:

  • Os neurônios não morrem, como parece ser um consenso geral. O que acontece é que as conexões entre eles desaparecem naquelas pessoas que não se envolvem em trabalhos mentais nesta faixa etária.
  • A distração e o esquecimento acontecem por causa do excesso de informações. Mais um motivo para evitar bobagens e ninharias desnecessárias e praticar o desapego mental.
  • A partir dos 60 anos as pessoas conseguem tomar decisões muito mais coerentes, pois não utilizam somente um ou outro hemisfério do cérebro: conseguem utilizar ambos ao mesmo tempo.
  • Os chamados idosos que levam um estilo de vida saudável, fazem exercícios e mantêm plena atividade mental, NÃO têm suas habilidades intelectuais diminuídas com a idade. Ao contrário, elas até CRESCEM, podendo até atingir um pico entre os 80 e 90 anos.

 

Portanto, a recomendação é: Nada de ter medo do envelhecimento !!!

Celular na mão, conectividade com família e amigos é fundamental

 

O professor Monchi Oury afirma: “Esforcem-se para se desenvolverem intelectualmente, aprendam novos trabalhos manuais, façam música, aprendam a tocar instrumentos musicais, pintem quadros!  Dancem! Mostrem interesse pela vida, encontrem-se e se comuniquem com amigos, façam planos para o futuro, viajem da melhor maneira que puderem.  Não deixem de ir a lojas, cafés, shows.  Não se calem sozinhos: isso é destrutivo para qualquer pessoa, independente da idade. Vivam de acordo com o pensamento: todas as coisas boas ainda estão à sua frente”!

 

 

 

 

Fontes

Exame – New England Journal Of Medicine

https://exame.com/colunistas/empreender-liberta/a-incrivel-capacidade-do-cerebro-depois-dos-60-anos/

Isto É Dinheiro

https://www.istoedinheiro.com.br/envelhecimento-cientistas-acreditam-que-cerebro-fica-melhor-com-idade/

APasc

https://apasc.com.br/noticias_ler.php?idn=1&id=202#:~:text=Com%20o%20tempo%2C%20a%20quantidade,2%20hemisf%C3%A9rios%20ao%20mesmo%20tempo.

(Fotos: divulgação)