QUEDAS ? NUNCA MAIS !

O perigo das fraturas acende os alertas

 

Redação e edição

Analu Oliveira – 79+

www.longevidade.com.br

Fêmur. Cuide bem dele!

Recentemente, fomos surpreendidos pela notícia da queda do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, 90+. Em acidente doméstico, ele teve fratura do fêmur e passou por cirurgia dia  13 de março, domingo. Saudável e lúcido, passa bem e torcemos pela sua rápida recuperação.

A ruptura do osso da coxa é considerada uma das mais graves entre os idosos, daí a importância da prevenção, todo cuidado é pouco.

 

 

 

Todo cuidado é pouco, quedas são perigosas

O motivo principal de fratura de fêmur em idosos são as quedas, já que a osteoporose fragiliza os ossos mesmo em quedas simples.

Pois então vamos lá repassar as dicas valiosas que são absolutamente  necessárias!

  • Exercícios regulares de fortalecimento e equilíbrio.
  • Retirada de tapetes de casa.
  • Colocação de barras laterais no box do banheiro e perto do vaso sanitário.
  • Colocação de tapetes antiderrapantes no banheiro.
  • Iluminação adequada de todos os ambientes da casa.
  • Acompanhamento médico com geriatra.
  • Evitar medicamentos que causem tontura , sonolência
  • Uso de óculos quando indicado.
  • Uso de móveis que suportem peso se necessário (fixar na parede se necessário).
  • Hidratação e alimentação equilibradas.
  • Tratamento de osteoporose.
  • Uso de apoio de muletas ou bengalas quando necessário.
  • Manter motivação para atividades diárias mesmo após uma queda.

 

Caminhadas são sempre saudáveis e recomendadas

 

Sobre a fratura do fêmur

O osso da coxa é o mais comprido e mais forte osso do corpo humano. Por esse motivo, uma fratura nesse osso acontece quando forte pressão e força são provocadas, por exemplo, durante um acidente de trânsito em alta velocidade ou uma queda de grande altura.

A parte do osso que quebra mais facilmente é a região central, conhecida como corpo do fêmur. Mas em idosos, cujos ossos estão mais fracos, esse tipo de fratura também pode acontecer na cabeça do fêmur, que é a região que se articula com o quadril.

Na maioria das vezes, a fratura do quadril precisa ser tratada com cirurgia, para reposicionar o osso e até colocar pedaços de metal que ajudem a manter o osso no local correto enquanto cicatriza. Assim, é possível que a pessoa precise ficar internada no hospital por alguns dias.

No Brasil, um em cada três idosos acima de 65 anos sofre quedas. Por isso, dispositivos de assistência (bengalas, andadores e cadeiras de rodas) podem ajudar já que compensam a função de articulações, músculos, ligamentos, tendões e ossos já não tão íntegros.

 

Portanto, nada de relaxar. Ninguém quer perder a mobilidade e a independência.

QUEDAS NUNCA MAIS!!

 

 

 

 

 

 

Fontes:

TUA SAÚDE

https://www.tuasaude.com/fratura-de-femur/

UOL – VIVA BEM

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2022/03/12/fhc-e-internado-apos-quebrar-femur-fratura-e-uma-das-mais-graves-em-idosos.htm

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2022/02/25/bengala-andador-cadeira-de-rodas-quando-e-hora-de-idoso-usa-los.htm

METRÓPOLES

https://www.metropoles.com/saude/fratura-do-femur-entenda-gravidade-de-acidente-com-ex-presidente-fhc

Fotos: divulgação