Renato Teixeira 77+ e Raimundo Fagner 72+: Celebração de uma grande amizade

Redação e edição

Analu Oliveira – 78+

www.longevidade.com.br

 

Fagner e Renato unidos em  disco inédito

 

Eles se conhecem há muitos e muitos anos  e o desejo de lançar um álbum juntos acaba de ser concretizado. Naturezas foi gravado em novembro de 2021 mas só foi lançado agora, dia 20 de maio, em comemoração ao aniversário de Renato que completou 77 aninhos.

Renato Teixeira, nosso querido trovador paulista, conta: “O nosso projeto ganhou vida agora na Kuarup, gravadora com mais de 40 anos, que tem seis álbuns meus, somos parceiros desde sempre”. As músicas foram captadas no porão do endereço atual da gravadora, que por coincidência foi onde morou Renato nos anos 70.

 

O álbum Naturezas comemora a amizade de dois talentosos músicos

 

O repertório de Naturezas

O álbum conta com dez músicas e mistura experiências e estilos dos dois músicos. Antes do lançamento do disco, as canções: Tocando em Frente, Eu Comigo Mesmo e Mucuripe, foram lançadas nas plataformas digitais. A linda capa do álbum foi o último trabalho do premiado designer Elifas Andreato, falecido recentemente. As outras são: Arte e Poesia, Eu Só Quero Ser Feliz,Juro Procê, Aqui é Ceará, Linda de Mansinho, Rastros de Paixão e Para nosso amor amém.

É um lindo trabalho de dois ícones que só engrandecem o cenário da música brasileira.

Confira a canção TOCANDO EM FRENTE da autoria de Almir Sater e Renato Teixeira, composta em 1990 .

https://www.youtube.com/watch?v=fXDzg6ua83w

 

 

Sobre Renato Teixeira  

Renato Teixeira de Oliveira nasceu em Santos em 20 de maio de 1945 e atualmente mora em Dourados, Mato Grosso do Sul.

É pai de Isabel e Chico Teixeira que fazem parte do elenco da novela Pantanal. Isabel faz o papel de Maria Bruaca e Chico é o Quim na primeira fase do remake. Renato também fez uma participação como Quim na segunda fase.

Renato é compositorcantor e músico, autor de conhecidas canções, como Romaria (sucesso na gravação de Elis Regina, em 1977), Tocando em Frente (em parceria com Almir Sater, gravada também por Maria Bethânia), “Dadá Maria” (em dueto com Gal Costa), “Frete” (tema de abertura do seriado Carga Pesada, da Rede Globo. Em 1990, apresentou o programa Tom Brasileiro na Rede Record.

Chico e Isabel com o pai Renato, todos atores de Pantanal

É grande defensor da música de raiz, caipira, que ainda sobrevive apesar dos sertanejos mais recentes. Almir e Renato ganharam em 2016 os prêmios de melhor dupla regional na 27.ª edição do Prêmio da Música Brasileira e de Melhor Álbum de Música Regional ou de Raízes Brasileiras no 17.º Grammy Latino.

 

 

Sobre Raimundo Fagner

Raimundo Fagner Cândido Lopes nasceu em Fortaleza,Ceará, em 13 de outubro de 1949 e foi incluído na lista dos maiores cantores de música latina, como Mercedes Sosa (falecida em 2009), com quem gravou “Años” (de Pablo Milanez).

Foi registrado e se considera nascido no município de Orós, onde cresceu, passou a infância e ainda visita regularmente. É o mais jovem dos cinco filhos de José Fares Haddad Lupus, imigrante libanês, e Francisca Cândido Lopes. Aos seis anos ganhou um concurso infantil na rádio local, quando interpretou uma canção em homenagem ao dia das mães.

Participou de vários grupos musicais vocais e instrumentais e começou a compor suas próprias músicas. Em 1968 ganhou o IV Festival de Música Popular do Ceará com a música “Nada Sou”, parceria sua com Marcus Francisco. Sua popularidade começou com participação em programas de auditório na TV Ceará junto com outros músicos cearenses como Belchior, Jorge Mello, Rodger RogérioEdnardo e Ricardo Bezerra. Ficaram conhecidos como “o pessoal do Ceará”.

Mudou-se para a capital federal em 1970 para estudar arquitetura na Universidade de Brasília e participou do Festival de Música Popular do Centro de Estudos Universitários de Brasília com “Mucuripe” (parceria com Belchior), e conquistou o primeiro lugar. Daí em diante, despertou a atenção da imprensa do Sudeste e cresceu em fama e sucesso.

Em 1971 foi para o Rio de Janeiro, onde Elis Regina gravou “Mucuripe”, que o consagrou como compositor. O primeiro LP foi Manera Fru Fru, Manera, em 1973 pela gravadora Philips, que incluiu “Canteiros”, música sobre poesia de Cecília Meireles.

Em 1975 chegou seu segundo álbum de estúdio, titulado “Ave Noturna”, um sucesso  de vendas. Uma de suas canções, Beco dos Baleiros, foi trilha da novela “Ovelha Negra” na TV Tupi. Pela gravadora Continental, gravou um compacto simples ao lado de Ney Matogrosso.

Seu terceiro disco, pela gravadora CBS (Raimundo Fagner), estourou em vendas, com 40 mil discos vendidos só na primeira semana. Daí em diante foram muitos aplausos e reconhecimento como se vê até hoje em seus 47 anos de carreira.

Merece destaque sua assinatura de contrato com a CBS, quando exigiu ser contratado também como produtor, o que lhe permitiu lançar vários nomes do Nordeste brasileiro, incluindo Zé RamalhoElba RamalhoAmelinha e o próprio Robertinho de Recife.

Solteirão convicto, descobriu em agosto de 2006, aos 57 anos, que o advogado trabalhista Bruno, então com 32 anos, e que ele conhecia desde criança, era seu filho biológico.  Fagner confessa que foi a melhor coisa que aconteceu em sua vida: ganhou uma família, com direito aos netos Arthur e Clara.

 

Fontes:

WIKIPEDIA

https://pt.wikipedia.org/wiki/Renato_Teixeira

https://pt.wikipedia.org/wiki/Fagner

GShow – Globo

https://gshow.globo.com/novelas/pantanal/noticia/renato-teixeira-faz-participacao-especial-em-pantanal-e-web-fica-arrepiada.ghtml

Versos e prosas

https://versoseprosas.com.br/lancamentos/renato-teixeira-e-fagner-se-unem-para-gravacao-de-disco-inedito/

Metropoles

https://www.metropoles.com/entretenimento/televisao/maria-bruaca-de-pantanal-se-emociona-ao-falar-do-pai-renato-teixeira

O Globo – G1

https://g1.globo.com/pop-arte/musica/blog/mauro-ferreira/post/2022/03/20/fagner-e-renato-teixeira-lancam-o-segundo-single-do-album-naturezas.ghtml

(Imagens: Divugação)