Seu WhatsApp foi clonado? Então você caiu em um golpe digital!

Seu WhatsApp foi clonado? Então você caiu em um golpe digital!

Confira os 5 passos para manter a calma e solucionar o problema antes de um ‘estrago maior ‘

 

Linha fina – Com o aumento do número de casos de crimes virtuais, a Longevidade Expo+Fórum preparou uma lista com o que você deve saber e fazer caso se encontre nesta situação.

 

Desde o começo da pandemia da Covid-19, cresceu o número de crimes virtuais registrados no estado de São Paulo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os ‘golpes virtuais’ aumentaram 256%, em comparação com 2019. Preocupada com este aumento, a Longevidade Expo+Fórum preparou uma lista com os golpes mais comuns, o que você deve fazer caso sofra um crime virtual e — o mais importante — como evitá-los.

No último ano foram registrados 5.441 casos de crimes virtuais, sendo que 3.215 foram estelionatos e 496 deles foram invasões a celulares. Os golpes mais comuns da internet são os do site falso, quando a vítima é direcionada para um portal que simula uma instituição bancária e tem as senhas e outras informações sigilosas roubadas. 

Outro muito recorrente é a clonagem do aplicativo de mensagem.  O hacker invade as suas redes sociais, se faz passar por você para pedir dinheiro aos seus contatos. E, apenas para citar mais uma modalidade, existe também o golpe do motoboy, quando o estelionatário se passa por um prestador de serviços do banco para retirar seus cartões de crédito e débito.

Mesmo com a enxurrada de alertas, informações, tutoriais alertando para o risco, um minuto de distração já é o suficiente para clicar no link, liberar o acesso ou informar o código enviado por mensagem de texto… e abrir a porta para o golpe!

Caso alguma dessas situações aconteça com você, ou com algum familiar, siga estes passos que a Longevidade listou para você:

 

Mantenha a Calma: Esta é uma situação delicada, que pode acontecer com todos nós. Os estelionatários se aproveitam da ingenuidade e da distração da vítima para aplicar os golpes, por isso o sentimento de vergonha e culpa pode ser normal neste momento. Respire fundo e recupere a calma para conseguir remediar o problema.

Avise seus contatos e sua operadora: Alerte seus familiares e pessoas próximas a você; elas o ajudarão a manter a calma e a levantar informações necessárias. Caso o golpe envolva bancos, operadoras telefônicas e financeiras, entre em contato imediatamente com as instituições para impedir eventuais movimentações indevidas.

Confira suas contas: Entre em suas contas bancárias, faturas de cartão de crédito e meios digitais de pagamento para certificar-se de algum valor extraviado ou pagamento efetuado.

Faça um Boletim de Ocorrência: Caso você tenha valores extraviados ou perfis em redes sociais invadidas, faça um Boletim de Ocorrência. Assim, você terá chances de recuperar o prejuízo causado pelo golpe.

Troque suas senhas: Caso seus acessos tenham sido violados, é o momento de reforçar a segurança. Altere as senhas em contas bancárias, redes sociais, aplicativos e ferramentas online de pagamento. Lembre-se de alterá-las com alguma regularidade e use senhas diferentes para cada uma. Opte por senhas que combinem números, letras e símbolos para torná-las mais “fortes” em termos de segurança.

E, como diz o ditado, “melhor prevenir do que remediar”. Então, muita atenção com as seguintes situações:

  • Evite clicar em links enviados por email. O mais seguro é acessar os sites oficiais das empresas e produtos que deseja adquirir.
  • Caso receba ligações pedindo seus dados, não informe e encerre o atendimento.
  • Ao fazer pagamentos e transferências online, certifique-se que os dados do destinatário conferem com quem deve receber os valores.
  • Esteja atento às novidades da tecnologia, pois os estelionatários não perdem tempo e atualizam seus golpes constantemente.
  • Caso perca ou tenha o celular furtado ou roubado, informe os bancos e operadoras para desvincular as contas do celular.

Em todo caso, vale lembrar que crimes virtuais podem acontecer com todos nós. O importante nesses momentos é se munir de informações e manter a calma. Tenha hábitos seguros na internet e esteja sempre atualizado sobre as novidades tecnológicas voltada aos longevos. É possível encontrá-las no site da Longevidade Expo+Fórum.

 

Para acompanhar nossas publicações, siga nossas redes sociais.